Ping – http://athynir.clickblog.com.br/

Athynir

O motivo de estar aqui. Quando pensamos na nossa vã existência às vezes acreditamos que somos o centro de tudo. Tolice pois a vida é um complexo sistema integrado de cenas reais e irreais neste imenso universo de hipóteses sobre o finito e o infinito. Há a todo o momento um fato acontecendo e este ato de pensar no que será o momento seguinte de algo que talvez não aconteça, nos faz ser frágeis criaturas a mercê do destino. Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? E por o tempo é tão inconstante na sua velocidade? Parece que as perguntas surgem para nos tornar mais tolos a medida que buscamos respostas cientificas para a engrenagem que funciona de forma cíclica e perfeita no vasto universo. A ignorância faz do homem um vilão no cenário da cadeia ecológica. O homem destrói a si e ao seu habitat em busca de seu conforto e de um progresso veloz que nem ele consegue mais entender. Retroagir parece ser a coisa mais sensata, mas pode significar uma derrota e talvez por isto o homem irá além de suas necessidades em busca do espaço sideral e de micro-universos. O homem é megalomaníaco e deseja sempre se superar. Acredito que a essência da vida seja apenas o dia de hoje. Viver de forma racional, consciente, responsável e de forma sensata. Entendendo os limites que a natureza impõe, sem, contudo evitar a ciência. Aprender com os pássaros, com as arvores e com os leitos do rio que há uma integração espontânea entre os seres e seu ambiente. Queria poder reconstruir a historia do mundo, entender como foi realmente a evolução das espécies. Porque os dinossauros foram extintos. Acompanhar a criação de um vulcão e vê toda extensão submersa dos icebergs. Olhar as estrelas no momento de seu nascimento ate o momento em que ela se apaga. Viver pelos quatro cantos da Terra e apreciar o perfume da primavera sem agrotóxicos. Correr pela chuva e nadar em rios límpidos. Conservar o patrimônio da criação de forma natural. Ouvir a Deus e segui de perto os passos do redentor. Evitar as guerras, entender a cura das doenças, ouvir o som dos ventos de outono arrastando folhas secas. Sentir o frio do inverno do alto das montanhas e descer correndo para me aquecer. Segui a trilha das formigas e depois voar bem alto ate o sol… entender a solidão dos monges, e ouvir coro de anjos. Acreditar nos anjos, deixar o sol me mostrar a sombra do meu anjo-da-guarda… Acender uma vela, orar, me ajoelhar e pedir um replay de toda minha vida, voltar ao passado e dizer que fui feliz e que amo. Agradecer a Deus a duvida, pois talvez o vasto universo que conheço, não seja nem uma fração do que virá após esta vida. Acreditar que a vida tem um sentido muito maior que pode a ciência calcular… abaixar a cabeça e se redimir para o meu semelhante. Vê como seria a vida se não houvesse tantas perguntas sem respostas… e me excluir das cenas tristes. Me incluir nas cenas alegres.. sorri e chorar no mesmo instante ao se vê no espelho e percebe que sempre estive diante de Deus.. pois Deus esta dentro de mim, no meu semelhante no reflexo do passado e do futuro. Deus é o presente e este é infinito. O motivo de estar aqui é simples… Você, Eu e tudo em nossa volta.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: