Um dia

Um dia, talvez ontem, você irá fugir para se encontrar, e encontrará também, um horizonte além que eu fiz para te esperar.

E ao fundo, uma luz fraca, opaca, iluminará teu caminho e a cada passo medido como se em compasso. várias vidas, se reuniram em uma só vida.

Uma voz constante, ecoará distante, rouca, louca e sem sentido, diante do teu ser.  

De repente um abismo chamado incerteza, se abrirá para uma escolha. Na dúvida dos teus sentimentos, de certo, desta vez você irá chorar.

E desta pequenina lágrima, outra lágrima maior.

Você está só pela primeira vez, enfrentando este rio, que lava teus erros, apaga teus pecados, afaga seus desejos e afoga tuas paixões que nunca, nunca te amaram.

E quando você se livrarda tua artificialidade,e pensar que é o fim, esta luz se fará forte, oscilará entre todas as cores, e irá ficar cada vez mais fraca.

Pois cada vez seus olhos brilharam mais… aí então te ofereço minha mão e caminharemos por este paraíso livres.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: