Rosas

Quem diria

Que um dia esta rosa

Fosse ser de novo tão importante.

Por descuido, deixe de guardá-la.

Para viver um certo momento,

Ou se a guardei,

Joguei num canto e me esqueci dela.

Escondeu-se por tanto tempo

Que cristalizou.

Resguardou sua beleza.

Lembro-me… chovia.

E eu não queria sair,

Na mão você trazia esta flor.

Que secou sem perder a beleza

Como uma que envelhece com dignidade.

Não faz ma,

Não podia ser diferente.

Ela ainda possui perfume.

E ainda significa por incrível que pareça

Um poema de amor.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: