Relatário de erros

É comum receber a mensagem de relatório de erros quando estamos operando um sistema instável como os navegadores de internet. Interferência de outros programas que roubam a memória ou seuqestram a atenção do processador. Estes erros inesperados são sempre indesejáveis, principalmente quando estamos realizando uma tarefa complexa como um trabalho de longas laudas de pesquisa. Há motores de busca que relatam a opinião e conclusão de outros internautas que sofrem com o mesmo problema em diversos países do mundo. Quando recebo a mensagem que este programa realizou uma operação ilegal e será fechado, fico na dúvida se é o meu computador, o programa ou erro pessoal de operador. Na dúvida podemos concluir que o relatório de erro nada mais é que um atestado de paciência que nunca terá resposta de retorno. Utiliso o computador como ferramenta de trabalho a bastante tempo, desde quando ainda se ligava a televisão como monitor. Tive dificuldades e curiosidades em saber o que mudava com o passar dos tempos pelo mundo a fora em matéria de novidades e lançamentos. Hoje este brinquedo caro se popularizou e em quase todos os lares há um terminal interligado a rede mundial. Lan house e terminais de acesso em pontos populares eliminam a exclusão digital. Qualquer segmento de trabalho, hoje depende de um computador. É impossivel imaginar a vida nos centros urbanos sem o auxilio tecnológico destas máquinas maravilhosas. São jogos em 3d, programas de realidade virtual, interatividade, tv, telefone, video e diversas outras mídias. Os plug e play dos aplicativos facilitaram a manutenção das novas conecções de aparelhos que são lançados a cada instante. Infra vermelho, transferência de dados, vídeo conferência e tud em tempo real. Invadimos casas e visitamos países em apenas um click. Os virus se tornam rotavírus e um dia haverá a intolerância do sistema e estaremos aguardando respostas dos satélites em vão. As janelas que se abrem independentes de nossa vontade jogam lixos publicitários em nossa tela e nada podemos fazer. Estes spans parecem ter sempre uma senha de acesso a nossa irritabilidade. Usei alguns termos da categoria de usuário de website, pois estas palavras se agregaram ao nosso dicionário e mudaram hábitos saudáveis como jogar bola de gude. Outro dia alguém falava de máquina de escrever eletrica e era novidade, hoje, as impressoras já criam tecido humano… espero que não criem nenhum chip de memória para se logado em nossa mente. Em filmes sobre o futuro, as tvs além de mostrar a programação, serviam de espiãs para invadir nossa privacidade. Cameras me vigiam do espaço, minhas palavras são rastreadas pela web, posso comprar ou vender sem sair de casa, e minha localização é enviada só pelo fato de eu estar na rede. Gps é uma sigla para sua longitude e latitude. Minha alma, meu espírito, meu carater e minhas atitudes hoje são códigos de barra em algum provedor de utopias cibernéticas. Meu dna é clonado por sensores de emoções, e há na rede outros “eus” em busca de mim mesmo.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: