Frankstein

Um clássico da literatura que na década de 70 lotou os cinemas e emocionou milhões de pessoas foi a história de Frankstein. Assistii várias versões, inclusive uma modern, com recursos tecnológicos atuais, onde o Dr. Frankstein era um cientista que contava inclusive com um carro que falava e com computador de bordo.  PEsquisando pela rede, encontrei na wikipédia : Frankenstein ou o Moderno Prometeu (Frankenstein; or the Modern Prometheus, no original em inglês), mais conhecido simplesmente por Frankenstein, é um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição. Atualmente costuma-se considerar a versão revisada da terceira edição do livro, publicada em 1831, como a definitiva.O romance obteve grande sucesso e gerou todo um novo gênero de horror, tendo grande influência na literatura e cultura popular ocidental.

Na verdade eu vejo um romance e não uma história de horror. Há poesia na inspiração de criar o ser humano perfeito, com as melhores partes de cada um, é como tentar corrigir falhas e errar por tentar. Comparo a história de Frankstein com a genética atual, os transplantes, os orgâos cybernéticos, a mutação induzida. Talvez este seja o progresso ou até mesmo o fim da raça humana. Vale a pena ver o filme, ou até mesmo visita a wikipédia e lê sobre o tema.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: